top of page

Filhos da Nação

Transformação Social

através dos

esportes a remo

(SUP e Canoa Havaiana)

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.35.45.jpeg
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.50 (1).jpeg

IMPACTO SOCIAL

IMPACTO SOCIAL

Saiba mais
crianças em situação de vulnerabilidade praticam stand up paddle - sup

Nossa tecnologia social

Desde 2017 aplicamos uma metodologia inédita que combina os esportes a remo Stand Up Paddle e Canoa Havaiana com a Psicoterapia Junguiana para proporcionar cidadania, bem-estar, autoestima, dignidade, saúde física, mental e emocional, diversão e pertencimento para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade do Distrito Federal. Nosso público atendido tem entre 6 e 18 anos incompletos e integra o Cadastro Nacional de Adoção e Acolhimento. Nossas ações tem impacto positivo no rendimento escolar, na socialização, na prevenção de doenças e no desenvolvimento de meninas e meninos que tiveram seus direitos fundamentais violados.

SUPTerapia
para a Cidadania

 

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23_edite
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.35.43.jpeg

O conceito de Remo_Terapia

As atividades de Stand Up Paddle e Canoa Havaiana no Lago Paranoá, desenvolvidas no projeto, tem o propósito de contribuir para o desenvolvimento físico e o fortalecimento psicológico de crianças e adolescentes que vivem em instituições de acolhimento com um futuro indefinido, tendo que lidar com feridas causadas pela negligência, abandono, maus tratos e outras violações dos seus direitos fundamentais.  

​De acordo com o Cadastro Nacional de Adoção e Acolhimento, cerca de 32 mil crianças e adolescentes estão nessa situação em todo o país.

É um ecossistema robusto que planta sementes de empoderamento para que uma camada muito jovem da sociedade possa se aceitar para lidar com a realidade que virá. Seja ela: ser reintegrado/a à família biológica; participar de um processo de adoção por uma nova família ou seguir na instituição de acolhimento até completar 18 anos.

A canoaterapia - ou o supterapia, como gostamos de falar, dá a essas crianças e adolescentes um novo horizonte de pertencimento, autoconfiança, coletividade e foco para ir atrás dos seus sonhos hoje e amanhã. 

​O projeto Filhos da Nação tem o aval da Vara da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

A criança e o adolescente têm direito à liberdade, ao respeito e à dignidade como pessoas humanas em processo de desenvolvimento e como sujeitos de direitos civis, humanos e sociais garantidos na Constituição e nas leis.

 

ART. 15, ECA – Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990

 

 

É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de coloca-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

                       

ART. 227, CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Criança feliz
Abstract
filhos preto sem fundo.png
Reportagem
Rede Record

 
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.35.44.jpeg

Resgatando
a Infância e
a Juventude

Contribuimos para que crianças voltem a ser crianças...
A dor das perdas emocionais, a violação dos direitos fundamentais e a insegurança em relação ao futuro deixam os beneficiários do projeto Filhos da Nação sobrecarregados, tristes, preocupados com o amanhã, solitários e isso acarreta em doenças mentais como a ansiedade e a depressão. 

O medo e a insegurança em relação ao futuro - sobre se terão ou não uma família  - deixam as meninas e meninos ainda mais vulneráveis. 

 

 

100% das crianças e adolescentes que iniciam as atividades no projeto sofrem de ansiedade.

70% tem algum sintoma de depressão.

95% tem baixa autoestima

85% tem dificuldade de concentração

90% tem comportamentos agressivos

 

PERFIL DOS PARTICIPANTES

E a grande maioria perdeu a
capacidade de sonhar e acreditar no futuro.

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.20 (1).jpeg
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.46 (2).jpeg

VIDAS TRANSFORMADAS

Em 2023 o projeto Filhos da Nação atendeu 15 crianças e adolescentes que integram o Cadastro Nacional de Adoção e Acolhimento.

Desde 2017, 100 meninas e meninos aprenderam o SUP e/ou a Canoa Havaiana com nosso time de voluntários.

Desde o início do projeto, 400 pessoas foram impactadas, incluindo famílias biológicas, famílias adotivas, irmãos e voluntários.

Impacto do projeto mensurado em 2023

Houve uma melhora significativa do índice que trata da capacidade de acreditar e sonhar com o futuro.

Qual sua expectativa em relação ao futuro?

Pergunta
feita aos
participantes do projeto

Janeiro/2023

 

71,42% das crianças e adolescentes não tinham "absolutamente nenhuma" ou "quase nenhuma" expectativa em relação ao futuro
 

Dezembro/2023

7,14% tinham "pouca" expectativa

64,27% "alguma ou uma boa expectativa"

28,57% das crianças e adolescentes tinham uma "excelente" expectativa em relação ao futuro

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.26 (2).jpeg

*As pesquisas de mensuração de impacto ocorreram ao longo de 2023 e contaram com a participação dos técnicos das instituições de acolhimento para a coleta de dados.

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.35.43.jpeg
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.22 (2).jpeg

A estrutura do projeto

Nós garantimos o acesso das crianças e adolescentes ao Lago Paranoá através de um clube que fica na Asa Sul, em Brasília e possui excelente infraestrutura. Temos pranchas de SUP e Canoas Havaianas, além de todos os equipamentos de segurança - incluindo barco de apoio. 

A logística do projeto inclui equipe para buscar as crianças e adolescentes nas instituições de acolhimento, que ficam no entorno - e uma equipe multidisciplinar de apoio composta por professores, atletas, voluntários e uma psicoterapeuta junguiana.

Temos um cuidado especial com o lanche, que é o momento de confraternização de todos após a remada - e procuramos levar coisas saborosas que toda criança e jovem ama! 

Nossa dinâmica de SUPTerapia e CANOATerapia tem métricas de desempenho e impacto - e tudo é acompanhado de perto pelos técnicos das instituições de acolhimento. Também nos reunimos com integrantes da Vara da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

Nossa meta é levar o projeto 

para mais de 300 crianças e adolescentes por ano

WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.46 (2).jpeg
Pessoas Físicas ou Empresas
que queiram colaborar financeiramente
vão contribuir para resgatar sorrisos, sonhos e permitir que a infância e a juventude sejam vivenciadas por crianças e adolescentes
Multiplique o IMPACTO
R$ 30,00 por mês  (R$ 1 por dia)
R$ 60,00 por mês  (R$ 2 por dia)
R$ 120,00 por mês (R$ 4 por dia)
R$ 240,00 por mês (R$ 8 por dia)
               ou qualquer outro valor

 
Pix: 07533843000100 (CNPJ)
Associação Brasil Melhor 
Caixa Econômica Federal
2.png
WhatsApp Image 2024-02-13 at 18.23.42 (1).jpeg

Responsabilidade social

Acreditamos na responsabilidade de cada um. E que juntos, temos força. As mudanças acontecem de dentro para fora - para que, então, possam acontecer de fora para dentro. Entendemos que esse é o papel individual de cada líder e, também, o propósito maior de cada empresa ou organização sem fins lucrativos.

 

Por isso, a ONDASUP apoia o projeto com seus equipamentos, corpo técnico de professores e terapeuta junguiana. A empresa gerencia escolas de SUP e Canoa Havaiana e tem o impacto social na sua alma. Já a Associação Brasil Melhor assumiu a gestão do projeto com o objetivo de levar o bem-estar, a superação e a qualidade de vida alcançados pelo Filhos da Nação para um número significativamente maior de crianças e adolescentes que integram o Cadastro Nacional de Adoção e Acolhimento. Um time forte em prol da vida, do amor e da superação.

Quem somos

Gabriela Speziali - Jornalista, Psicoterapeuta Junguiana, Especialista em Relações Internacionais, sócio-fundadora da ONDASUP, gestora das escolas CPP Extreme BSB e OndaSupClub, vice-presidente da Associação Brasil Melhor (ABM).

Tiago Souzza - Mergulhador Profissional, Repórter Fotográfico, Sócio-Fundador da ONDASUP, Diretor Operacional das escolas CPP Extreme BSB e OndaSupClub, Secretário Geral da Associação Brasil Melhor (ABM).

Luiz Roberto da Cunha Freitas Jr - Geólogo, Especialista em Negócios Disruptivos e fundador e presidente da Associação Brasil Melhor (ABM).

Editais de aceleração social

No segundo semestre de 2023, o projeto de impacto social Filhos da Nação foi aprovado em editais e passou a integrar três processos de aceleração social através da startup OndaSup, que coordena as escolas onde o projeto acontece.

As oficinas e mentorias são conduzidas pela Impact Hub de Brasília (programa Descentraliza), o Instituto Ekloos em parceria com a Neoenergia (programa Impactô) e a Cotidiano Aceleradora (programa Propulsão de Impacto).

Conheça
os programas:

Faça Contato

ASCADE - Setor de Clubes Sul

+55 61 98110-0906

+55 61 99979-1925

Nossos compromissos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
WhatsApp Image 2024-02-14 at 12.01.47.jpeg
Receba atualizações sobre o projeto

Obrigado por se cadastrar!

bottom of page